sábado, 31 de março de 2012

Quem está comigo?



Quando Jorão viu Jeú, perguntou: "Você vem em paz, Jeú?" Jeú respondeu: "Como pode haver paz, enquanto continua toda a idolatria e as feitiçarias de sua mãe Jezabel?" (2Rs 9:22)

Jeú foi ungido pelo profeta Eliseu para ser Rei em Israel e, seu propósito inicial, estava bem definido: exterminar os descendentes de Acabe, terminar com a idolatria e os cultos a Baal e, é claro, destruir Jezabel. 

Jorão era o Rei de Israel e Jeú um de seus oficiais. Em um estudo mais detalhado dos originais estudiosos podem indicar que todos os pecados de Acabe eram nada se comparados ao fato de ter se casado com Jezabel. Foi a forma de Acabe constituir a aliança com os fenícios, seus deuses e ídolos.

Você dará fim à família de Acabe, seu senhor, e assim eu vingarei o sangue de meus servos, os profetas, e o sangue de todos os servos do Senhor, derramado por Jezabel. (2Rs 9:7)

Eliseu envia um de seus discípulos rapidamente a Ramote-Gileade – onde eles estavam acampados por conta da guerra contra os Assírios – levar Jeú separado de seus amigos e ungi-lo em secreto, como Rei de Israel. Ele precisava dessa unção para o que estava por vir. Ele precisava daquela autoridade de Rei.  A primeira coisa que Jeú precisava lidar era destituir o próprio Rei de Israel, que estava recolhido em Jezreel se recuperando de feridas da guerra. Mas para que tudo isso acontecesse, era necessário que ele tivesse pessoas em quem pudesse confiar. Afinal, era uma conspiração. Ele precisava se levantar contra o rei do qual ele e os demais, eram oficiais. Isso, porque Jorão não estava andando nos preceitos estabelecidos por Deus.

Era necessário para Jeú saber quem o apoiava. Quem estava ao lado dele? Do contrário, tudo poderia ir água abaixo. Muitos deles serviam de alguma forma a Jezabel e, ele precisava saber quais estavam dispostos a servir Adonai. Apenas uns poucos (2 ou 3) estavam com ele e, foram suficientes para matarem Jezabel e acabar com o seu ‘governo’ sobre Israel.

Não basta saber quem anda com você. Você precisa saber quem trabalha com você. Muitos estão ao nosso lado, mas não estão lutando a mesma causa. Muitos são por nós, mas não conosco. Em relação à Deus é assim também: não basta trabalhar para Deus. Não adianta apenas servir a Jesus. Você precisa trabalhar com Ele, em unidade. Não para Ele, mas com Ele. Jesus também disso algo a esse respeito em Mc. 9:40

Muitas vezes, as diretrizes do Senhor para nós, podem parecer por vez, estranhas e atípicas, ou do tipo: grande demais pra que eu possa cumprir. Mas se o Senhor te escolheu, é contigo mesmo. Deus não erra! Deus não escolhe ninguém errado. Deus não se equivoca. Mas, a partir desse momento, temos que estar atentos a quem anda conosco, para que estes possam ajudar-nos e não serem empecilhos.

Deus escolheu Jeú porque ele tinha todas as características necessárias para ser bem sucedido. Sua família tinha um excelente histórico de reinado. Não podia ser qualquer um. Para que Jezabel fosse derrotada, tinha que ser alguém disposto a fazer o que Deus queria, disposto a enfrentar sozinho, se necessário fosse.

Interessante que Jezabel tentou acusa-lo, numa tentativa desviar o foco, mas ele estava empenhado em cumprir o que lhe fora determinado. O inimigo sempre tentar nos acusar diante dos grandes feitos que Deus nos chamou para realizar.

Quando Jeú entrou pelo portão do palácio, ela gritou para ele: "Como vai você hoje, seu assassino! Você, é como o filho de Zinri, que assassinou o seu senhor! " (2Rs 9:31)

No cumprimento de nosso chamado, de realizar grandes feitos, e obedecer ao Senhor, precisamos ter definição de quem está conosco. Temos que saber quem irá nos ajudar, lutar conosco, nos apoiar e saber aqueles que são figurantes e, representam um perigo as ordenanças que recebemos. Para cumprirmos este chamado é necessário definição e decisão. Duas coisas importantíssimas na igreja.

Jeú olhou para cima e viu que ela estava na janela, então gritou: "Quem está do meu lado?" E dois ou três homens de confiança no palácio olharam para ele. "Joguem essa mulher para baixo!" -  foi a ordem de Jeú. E eles a jogaram pela janela; o sangue de Jezabel esborrifou pela parede e foi manchar também os cavalos; e ela foi pisada pelas patas dos cavalos de Jeú. (2Rs 9:32-33)

Pense nisso!
Pr. Alex Reinaldo
Ministério Redenção em Cristo

Nenhum comentário:

Postar um comentário